JURA EM PROSA E VERSO

 

CURIOSIDADES MAÇÔNICAS

 

FORGET – ME - NOT

 

 

"Forget-me-not" O Amado Emblema da Arte Real na Alemanha

(Tradução de folheto recebido na Grande Loja de Londres).

 

Logo após Hitler tomar o poder, provavelmente por volta de 1934, todos tinham consciência que a Maçonaria corria perigo.

 

A Grande Loja do Sol de Bayeruth na Alemanha (uma das Grandes Lojas de antes da guerra) percebeu o problema eminente e adotou uma pequena flor azul, que recebeu o nome de "Forget-me-not" no lugar do esquadro e do compasso, para identificar os Maçons. Assim, esperavam não atrair a atenção dos nazistas para o confisco e apropriação dos bens das Lojas Maçônicas. Nesta época a Maçonaria era secreta e os Obreiros precisavam de uma forma rápida de se identificar.

 

Esta pequena flor azul usada na lapela distinguia aqueles que lutavam para que a Luz da Maçonaria não se extinguisse, e durante a era nazista identificava os Irmãos tanto nos campos de concentração como nas cidades.

 

A Grande Loja do Sol foi reaberta em Bayeruth em 1947 pelo Past Grão Mestre Beyer e um broche azul simbolizando a "Forget-me-not" foi adotado como emblema oficial na primeira convenção dos sobreviventes daqueles anos amargos de semi-escuridão, e que trouxeram a Luz da Maçonaria de novo para os Templos.

 

Em 1948 o emblema foi adotado como símbolo maçônico oficial na primeira Convenção Anual das Grandes Lojas Unidas da Alemanha, AF & AM. Foi uma honra para aqueles valentes Obreiros que haviam trabalhado sob condições extremas e adversas. 

 

O Dr. Theodor Vogel, Grão Mestre da recém formada VGLvD, AF & AM na Conferencias das Grandes Lojas nos Estados Unidos, presenteou cada um dos membros da Grande Jurisdição com um emblema "Forget-me-not" e que destacou a relação Fraternal com a VGLvD, AF & AM.

 

Esta pequena flor floresceu e se tornou o mais significativo emblema Fraternal e talvez o mais usado pelos Maçons na Alemanha. 

 

O "Forget-me-not" é dado aos novos Mestres Maçons na Inglaterra, ocasião em que sua história é contada.