LOJA MAÇÔNICA OBREIROS DA FRATERNIDADE, Nº 64

FRATERNIDADE – FRATERNIDADE MAÇÔNICA

Ven\M\

Muito Resp\ Ir\Delegado Distrital

Ven\de H\

MM\II\

IIr\1º e 2º Vig\

Meus demais Irmãos!.

 

O objetivo deste trabalho é provocar uma reflexão a respeito do tema Fraternidade, inclusive nos aspectos particulares que envolvem as pessoas que participam da nossa Instituição.

 

Inicialmente, consultando dicionários diversos, encontrei as seguintes definições:

Parentesco de irmãos;

Irmandade;

União, amizade, afeto;

Amor universal, boa harmonia.

 

Todas as definições que acabei de citar são corretas, mas por alguma razão, eu não me contentei, não achei que qualquer dessas assertivas definisse totalmente, para nós Maçons, o termo FRATERNIDADE.

 

Fui então consultar o Dicionário de Maçonaria, de Gervásio de Azevedo. Lá, no verbete procurado, o nosso Irmão prefere não definir a palavra FRATERNIDADE e remete o pesquisador a estudar a trilogia lema da Maçonaria que é LIBERDADE, IGUALDADE e FRATERNIDADE. Aí, na pesquisa sobre esse lema, o autor define Fraternidade como sendo:

“HOMENS E MULHERES LIVRES E DE BONS COSTUMES QUE CONVIVEM FRATERNALMENTE, NUMA SOCIEDADE”.

 

Aí eu me contentei. Depois de meditar, considerei que esta definição é para nós maçons, a definição perfeita do termo FRATERNIDADE.

 

Mas... relendo a definição, achei que poderia provocar nos meus Irmãos uma meditação mais profunda sobre a parte da definição que diz: “CONVIVEM FRATERNALMENTE, NUMA SOCIEDADE”. Meus Irmãos! O que é conviver fraternalmente, numa sociedade? O que é conviver fraternalmente na MAÇONARIA, por exemplo?

 

É aí que começo a tecer minhas opiniões pessoais sobre o tema.

 

Cada religião, por exemplo, é uma FRATERNIDADE. Na busca de contato com o divino, com o Deus Todo Poderoso, conforme a crença de cada grupo, os fiéis se reúnem para repetirem orações, celebrarem ritos próprios, relembrarem fatos históricos da sua fé, cultuarem os mesmos ritos, mesmos dogmas, dogmas estes criados para justificar os argumentos que agrupam os fiéis pela fé.

 

 “DOGMA É UM PRINCÍPIO QUE SÓ É EXPLICADO PELA FÉ, NUNCA PELA RAZÃO”.

 

E é justamente esta fé, que desafia a razão, que une os homens em grupos e comunidades que praticam a FRATERNIDADE. As religiões são, portanto, FRATERNIDADES, e em alguns casos, seus membros se tratam por IRMÃOS.

 

Existem agremiações, de cunho político-partidário, também organizações sociais governamentais ou não, que podemos enquadrar na definição de FRATERNIDADE que estamos estudando, desde que essas agremiações exijam dos seus membros compromissos de fidelidade, e todos os seus membros se dediquem a uma causa comum, tendo como único objetivo a felicidade dos seus membros e da humanidade.

 

Citamos também as sociedades secretas de apoio mútuo, como por exemplo as denominadas MÁFIAS, algumas organizações do crime organizado, onde através de juramentos ou compromissos de honra, os que entram comprometem-se a dar até a própria vida na defesa dos interesses, quase sempre meramente econômicos, dos seus membros. Estas agremiações podem até parecer com uma FRATERNIDADE , seus membros podem até viver em união e todos trabalharem pelo bem comum do grupo. Mas se considerarmos aquela parte da definição que fala em SER LIVRE E DE BONS COSTUMES, nunca poderemos defini-los como uma FRATERNIDADE, mesmo porque, será que o objetivo dessas instituições é mesmo promover a FELICIDADE? Quer seja dos membros do seu grupo, ou da humanidade?

 

Acredito porém, meus irmãos, que o principal exemplo na sociedade organizada, de FRATERNIDADE está na FAMÍLIA TRADICIONAL, aquela que eu costumo chamar de FAMÍLIA BEM CONSTITUÍDA.

Na família bem constituída, aquela família onde os valores morais são cultuados, observamos o seguinte:

 

- os mais velhos, transmitem aos mais novos, principalmente através do seu exemplo de vida, o amor fraternal representado pelos ensinamentos de comportamentos compatíveis com a vida na sociedade: a honestidade acima de tudo, o respeito aos mais velhos, a tolerância e a compreensão, o sacrifício quando necessário, o amor ao próximo como a si mesmo, a correção do caráter;

 

- os mais jovens, vivendo num clima de amor fraternal, se fortalecem, absorvem o verdadeiro sentido dos ensinamentos, aprendem a se proteger contra os vícios, contra os maus costumes e retribuem o amor que recebem crescendo, tornando-se mais maduros a cada dia, homens e mulheres físico e mentalmente fortes, que serão responsáveis pela condução de outros mais jovens e assim o ciclo recomeça;

 

- valores são aprendidos, reforçados e aperfeiçoados a cada dia, como cidadania e patriotismo, solidariedade, perseverança, amor e dedicação ao trabalho como único caminho na busca da prosperidade material, o auxílio mútuo dado apenas pelo desejo de participação. Na FAMILIA que eu chamo de BEM CONSTITUÍDA, todos esses valores, ao invés de serem dignos de elogios, passam a ser apenas, o simples cumprimento do dever fraternal.

A FAMÍLIA BEM CONSTITUÍDA VALORIZA O LAR COMO SENDO SEU  TEMPLO PARTICULAR.

 

E AÍ EU PEÇO A PACIÊNCIA DOS MEUS IRMÃOS, PORQUE EU VOU CANTAR UM ODE. Um Ode, meus Irmãos, é um POEMA DE EXALTAÇÃO a alguém ou a alguma coisa. Um Ode pode ser apenas lido, pode ser declamado e também cantado. No bojo deste Trabalho Maçônico, três Odes exaltarão três temas diferentes.

 Peço que não valorizem minha falta de voz e falta de costume de cantar, ignorem minha falta de ritmo e o desafinamento geral, mas concentrem-se apenas na mensagem que vou procurar transmitir:

 

Ode ao lar e à família

 

Tenho tudo que eu quero

O que sempre sonhei

Todos a quem amo

Eu tenho tudo eu sei

Trabalho e posso até brincar

Tenho uma casa aconchegante

Isso é o meu lar

 

Lar é amor

Lar é ter uma família

Lar são as pessoas

A quem eu vou sempre amar

Amar a natureza

As flores na primavera

Lar é tudo

Tudo que se espera

 

No verão o céu é azul

Com o sol sempre a brilhar

Para onde a gente olha

É a natureza a se mostrar

 

Sorrindo enfrentamos

O trabalho a realizar

Ajudar sempre o vizinho

Não custa cooperar

 

Lar é amor

Lar é ter uma família

Lar são as pessoas

A quem eu vou sempre amar

 

Amar a natureza

As flores na primavera

Lar é tudo

Tudo que se espera

TUDO QUE SE ESPERA.....

 

 

Meus Irmãos!

Numa Fraternidade, numa família, principalmente na família bem constituída, que acreditamos ser a família maçônica, por exemplo, a palavra “eu” tem seu valor diminuído diante da importância da palavra “nós”. Numa FRATERNIDADE todos se ajudam mutua e desinteressadamente. Numa Fraternidade, igual à da FAMÍLIA BEM CONSTITUÍDA, o coletivo sempre prevalecerá sobre o individual, pois cada um só será feliz se todos forem felizes, só será próspero se essa prosperidade atingir a todos. Em prol dos interesses da Fraternidade todos sacrificam alegremente seus próprios interesses pessoais. Numa Fraternidade os momentos de alegria contagiam a todos, assim como os eventuais momentos de dificuldades.

 

Falo em família porque na nossa Instituição, nós somos uma grande família. A Maçonaria é uma família. Ao recebermos a luz na nossa iniciação, também nascemos de novo e numa nova família, por sinal bem maior pois envolve os maçons de todo o Universo.

 

Convém destacar a necessidade de todos, na FRATERNIDADE, se esforçarem para transmitir energia positiva. A alegria, o bom humor, o sorriso franco, o cumprimento efusivo, o abraço, são atitudes que a todos contagia.

 

E NESTE MOMENTO OS IRMÃOS PREPAREM os ouvidos PORQUE EU VOU CANTAR DE NOVO!

Ode à alegria

 

Leve sempre um raio de sol

Pra onde você for

Ilumine seu caminho

Com seu brilho, seu calor

Grande dose de alegria

Com você sempre estará

Quando uma nuvem escura aparecer

Seu raio de sol a afastará.

 

Sorrir faz bem, / sorria noite e dia

Um sorriso sempre tem, / bom humor e alegria

Abra um sorriso, / um sorriso irrestrito

E sempre dê ao outro / um sorriso bonito

 

Sorria em seu caminho/ felicidade contagia

Faça feliz o seu vizinho/ sorrindo noite e dia

Leve o sol pra quem esteja triste

Leve o sol pra quem a tristeza existe

Afaste as nuvens do seu caminho

BASTA APENAS UM SORRISINHO...

 

Se sorrir... / sua vida vai ser melhor...

Se sorrir... você fará...

Você fará...

NOSSO MUNDO MELHOR...

 

Meus Irmãos:

Essas reflexões sobre o sorriso, sobre o bom humor, tem tudo a ver com FRATERNIDADE e cabem como uma luva nesta exposição.

 

UM SORRISO NÃO CUSTA NADA E RENDE MUITO.

ENRIQUECE QUEM RECEBE, SEM EMPOBRECER QUEM DÁ.

DURA SOMENTE UM INSTANTE, MAS SEUS EFEITOS SÃO DURADOUROS.

NINGUÉM É TÃO RICO QUE DELE NÃO PRECISE.

NINGUÉM É TÃO POBRE QUE NÃO POSSA DAR A TODOS...

 

O SORRISO LEVA A FELICIDADE A TODOS E A TODA PARTE.

É O SÍMBOLO DA AMIZADE, DA BOA VONTADE, DA FRATERNIDADE.

É O ALENTO PARA OS DESANIMADOS, REPOUSO PARA OS CANSADOS, RAIO DE SOL PARA OS TRISTES.

 

NÃO SE COMPRA, NÃO SE VENDE, NÃO SE EMPRESTA.

NENHUMA MOEDA DO MUNDO PODE PAGAR O SEU VALOR.

 

 

A FRATERNIDADE evolui e se aperfeiçoa a medida em que cada um dos seus membros também evolui e se aperfeiçoa. Junto com esse aperfeiçoamento vem o prêmio que é o progresso, a realização dos sonhos individuais e coletivos, a melhoria das condições de vida de cada um dos membros do grupo e com isso, também da Fraternidade, enfim, o progresso espiritual, moral, físico e material.

 

Meus Irmãos! Além da FAMÍLIA, aquela constituída por laços de consangüinidade, vocês conhecem outra fraternidade que adota como princípio, tudo o que aqui falei até agora?

 

EU CONHEÇO. É  A MAÇONARIA!

 

No caso da Instituição a que, com muito orgulho, faço parte, a Ordem Maçônica, ela se define assim:

“A ORDEM MAÇÔNICA É UMA ASSOCIAÇÃO DE HOMENS SÁBIOS E VIRTUOSOS QUE SE CONSIDERAM IRMÃOS ENTRE SI E CUJO FIM É VIVER EM PERFEITA IGUALDADE, INTIMAMENTE UNIDOS POR LAÇOS DE RECÍPROCA ESTIMA, CONFIANÇA E AMIZADE, ESTIMULANDO-SE UNS AOS OUTROS NA PRÁTICA DAS VIRTUDES”.

 

Pois bem: Se eu fosse definir com minhas palavras uma família perfeita, aquela família  de que falamos em todo este trabalho, eu diria:

 “A FAMÍLIA PERFEITA, BEM CONSTITUÍDA, É UMA ASSOCIAÇÃO DE PESSOAS SÁBIAS E VIRTUOSAS, IRMÃS ENTRE SI POR LAÇOS DE SANGUE, E CUJO FIM É VIVER EM PERFEITA IGUALDADE, INTIMAMENTE UNIDAS POR LAÇOS DE RECÍPROCA ESTIMA, CONFIANÇA E AMIZADE, ESTIMULANDO-SE UNS AOS OUTROS NA PRÁTICA DAS VIRTUDES”.

 

A única diferença que o profano pode encontrar entre as duas definições é a expressão “irmãos entre si por laços de sangue”.

O maçom, porém, sabe que o laço de sangue existe também, pois na iniciação existe o batismo simbólico de sangue, um dos elos que nos liga como verdadeiros irmãos.

 

 

Somos, irmãos, amigos, juramos lealdade para com a Ordem e para com seus princípios, buscamos tornar feliz a humanidade. Temos a obrigação de ser amigos fiéis e leais. Podemos confiar uns nos outros irrestritamente. Só assim a nossa Loja será uma verdadeira FRATERNIDADE.

 

E TENHAM PACIÊNCIA POIS EU VOU ENTOAR O ÚLTIMO ODE DESTE TRABALHO.

 

 

ODE À FRATERNIDADE MAÇÔNICA

 

Posso fazer sorrir

Quem triste estiver

Nem pedir precisa

Quem não sorrir

Ser feliz não quer

 

Eu posso ajudar meu irmão sorrir

E não chorar

Os meus melhores amigos

Estão na Maçonaria

 

Nós somos grandes amigos

Amigos pra toda a vida

Partilhamos os mesmos segredos

Vivemos em perfeita união

Somos grandes  amigos e irmãos

Que se querem bem.

 

Penso /sempre em meus irmãos

Quando/ longe eu estou

A lealdade dos meus manos

Me acompanha

Para onde eu vou

No meu coração

Lugar sempre terá

Os meus melhores amigos

Estão na Maçonaria

 

Nós somos grandes amigos

Amigos pra toda a vida

Partilhamos os mesmos segredos

Vivemos em perfeita união

Somos grandes amigos e irmãos

Que se querem bem.

 

No início deste trabalho eu perguntei: o que é conviver fraternalmente numa SOCIEDADE? O que é conviver fraternalmente na Maçonaria? Estas questões já foram suficientemente respondidas? Creio que sim.

Para que cada um de nós conviva fraternalmente na nossa comunidade é preciso:

- que cada um policie os seus discursos, evitando dizer coisas que possam ferir ou magoar um irmão, mesmo quando estiver respondendo a um pronunciamento de alguém que o magoou;

- que cada um coloque amor e fraternidade em cada palavra que pronunciar;

- que cada um irradie amor, alegria e felicidade para todos em sua volta;

- que todos participem ativamente dos trabalhos, das campanhas, dos momentos bons e dos momentos difíceis também;

- que evitemos responder, de pronto, imediatamente, as críticas, as palavras mais duras, ou mesmo injustas que por ventura ouvirmos nas sessões. Não levar desaforo pra casa não é uma virtude não, meus irmãos! Não é. É na verdade um defeito tão grave que até prejudica a harmonia de uma fraternidade.Você demonstrará muito mais sabedoria e equilíbrio se ouvir a crítica ou mesmo até a ofensa dita irrefletidamente, e resolver responder só na próxima sessão. Pode até ser que durante a semana as palavras ouvidas se extingam, se apaguem, se anulem diante da sua própria impropriedade e inconveniência, e você simplesmente resolva dar a resposta do silêncio.

 

 

Uma FRATERNIDADE como a nossa, pode e deve ser perfeita, independente  do credo e convicções religiosas ou políticas de cada um dos seus membros, da cor da pele, da condição intelectual, da posse de bens materiais em abundância ou da falta desses bens.

 

Sejamos alegres, pessoas de bom humor, fortes e equilibrados, justos e perfeitos.

 

Na Maçonaria nossas reuniões  são justas e perfeitas carregadas de energização positiva, fluidos benéficos, e amor fraternal. Temos o dever de, uma vez carregadas nossas baterias aqui neste augusto Templo, distribuir essa energia lá fora, em nosso lar, nosso ambiente de trabalho, enfim em toda nossa comunidade e em todo o Universo.

 

MUITO OBRIGADO PELA ATENÇÃO dos meus irmãos.

 

 

ALAGOINHAS/BA, EM 16  DE OUTUBRO   DE 2007

 

JOSE JURANDI BRITO DOS SANTOS

Mestre Maçom